6.12.09

Amor

Eu sempre fui fascinada pelo Natal. Lá em casa o pessoal não é muito fã, e eu ainda não sei direito de onde tirei todo esse entusiasmo. Sou capaz de passar o ano inteiro planejando e preparando tudo para que essa data não passe em branco!

Uma vez, vi um presépio quase em tamanho real quando era criança, e comecei a desejar muito que minha mãe arranjasse um presépio lá para casa. Ela nunca gostou muito da idéia (acho que, com duas crianças em casa - eu e meu irmão - realmente devia ficar um pouco complicado manter todas as pecinhas inteiras...), e nunca tivemos um presépio. Uma tia sempre fazia questão de enfeitar o presépio que tinha, e fazia um lago com espelho, decorava tudo com musgos, e eu ficava lá, babando... Minha vontade de ter um era tanta que uma vez eu fiz meu próprio presépio, com pedrinhas e plantinhas colhidas no quintal. Tudo bem que eu era a única pessoa que conseguia distinguir a Nossa Senhora do Menino Jesus (hihihi), mas para mim era o presépio mais lindo do mundo.

Aí eu cresci, e na primeira oportunidade que tive, comprei o MEU presépio! Pequenino, mas muito lindo. E, de quebra, no ano seguinte comprei um (quase igual) e dei de presente para minha mãe. Agora temos presépio tanto aqui em casa quanto na casa dela. Uma festa!

E esse ano resolvi incrementar: pedi para o meu papai-habilidoso uma base de madeira com duas estacas e uma tabuazinha, apenas para "fingir" o estábulo. Coisa simples! E ele, com toda sua habilidade e doçura, me fez uma verdadeira obra de arte! Tem gente que pode achar simples ou sem graça, mas, para mim, em cada pedacinho dessa arte tem o amor do meu pai por mim. E não é esse amor que a gente espera que reine no Natal?


Chorei de emoção depois de tudo pronto. Papai não tem idéia do tamanho da alegria que eu senti, mesmo tendo me visto com os olhos cheios d'água...

Pai!
Você foi meu herói, meu bandido
Hoje é mais
Muito mais que um amigo
Nem você nem ninguém tá sozinho
Você faz parte desse caminho
Que hoje eu sigo em paz.
(Pai, Fabio Jr. - choro todas as vezes que ouço essa música com saudade do meu pai!)


Quem dera todo mundo pudesse sentir essa emoção e esse amor que eu senti. Pai,obrigada... eu amo muito você!

7 comentários:

Priscila disse...

Lindo post Nat, me emocionei!
Bjs....

Cibele disse...

Nat que lindo amiga adorei.....
seu presepio esta lindo Parabéns

Nárriman Alcure disse...

Nat, quem me dera poder ler, ver ou ouvir expressões de amor como essa sua! Quem me dera poder "obrigar" a cada pessoa, manifestar esse amor para seus entes queridos, a cada dia de suas vidas! Seu texto me emocionou e eu pude ter certeza de que, mais uma vez, acertei em cheio quando resolvi seguir seu blog. É com pessoas assim, amorosas e sensíveis que pretendo me relacionar nessa blogosfera.
Beijos no coração!!

Ju disse...

Oo Nathy, q lindo seu post, eu tbém tenho um orgulho muito grande do meu pai...não gosto nem de falar, senão eu choro...rsrs...bjo grande pra vc!!

Iara disse...

Olá, Nathalia!
Não existe na Terra, amor maior que de pai e mãe, amor sem interesse, incondicional.
E você com certeza é uma filha muito amorosa!
Passa no meu cantinho, tem um selinho para você!
Te desejo uma semana abençoada!!!
Beijinhos!!!

Ruby Fernandes disse...

Oie amiga, que post mais lindo!!!
Saudades dói demais né?
Adorei o jeitinho que você escreveu, dá para perceber como você é fofa e doce.
Bjo bjo :D

Mimi disse...

Que lindo....

E saiba que vc foi uma das mudanças que me fez chorar. Metade triste, metade feliz pela sua conquista.
Você iria gostar muito da casinha onde estou agora, tem uma roseira no jardim!!!!

Beijos

 
PageRank